facebook.png
logo.png
logo.png

Notícias

Política - 19/12/16 09:10:00
  • Trabalhadores de Caxias participam de assembleia contra a reforma da previdência

  • Na manhã do último sábado (17)centenas de trabalhadores participaram de uma assembleia de mobilização contra a reforma da previdência. O encontro ocorreu em frente à sede central do Sindicato dos Metalúrgicos e debateu temas como a reforma da previdência e a retirada de direitos.
    O economista do Sindicato dos Metalúrgicos, Davi Fialkow, ressaltou em seu discurso, que o rombo da previdência é uma mentira. Para o economista, a questão do déficit é falsa, posto que, o governo colocou na conta todas as despesas, além da Previdência, a saúde, e a assistência social. Segundo a Constituição, essas frentes são financiadas pelo Orçamento da Seguridade Social, de acordo com seu artigo 195.  “Essa reforma da previdência não é para salvar o Estado, e sim, para desmontar a própria previdência. Infelizmente quem vai pagar conta são os trabalhadores”, enfatizou.
    No seu discurso, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Assis Melo, chamou a atenção para a gravidade do momento. “Esta reforma proposta pelo governo Temer quer fazer com que trabalhemos até morrer, ela acaba com a aposentadoria”, disse. Também falou das empresas que não estão pagando as verbas rescisórias e outros direitos trabalhistas. “Tem uma onda de patrões demitindo pessoas e não querendo pagar verbas rescisórias. O Sindicato não vai aceitar isso. O exemplo da empresa Guerra mostrou que a união do sindicato com os trabalhadores faz a diferença. O resultado é que eles vão demitir, mas terão que pagar”, lembrou Assis.
    A partir desta segunda-feira (19), o Sindicato estará realizando assembleias em diversas empresas para verificar com os trabalhadores se foi pago o 13º salário e outros direitos trabalhistas.
    Foto: Carolina Knob