No AR: Etnias

facebook.png
logo.png
logo.png

Notícias

Economia - 09/11/16 09:06:00
  • Comércio fecha setembro com resultados negativos

  • O comércio em geral fechou setembro com crescimento negativo em relação a agosto de 2016, da ordem de 5,78% contra 10,80% positivo do mês de anterior, um resultado significativamente superior, que anima o setor. Já em relação a setembro de 2015 o resultado é de 10,15% negativo, um número que ainda preocupa. No ramo duro a variação entre agosto e setembro de 2016 é de 6,84% negativo. Em termos reais, descontada a inflação a queda nas vendas chega a 13,40% e no acumulado de doze meses há um crescimento negativo de 25,62% contra 29,07% do mês anterior, um resultado levemente superior.
    No ramo duro no mês de agosto em termos nominais os ramos de Óticas, Joalherias e Relojoarias com 17,43% e Eletrodomésticos, Móveis e Bazar com 0,61% apresentaram um desempenho positivo. Já os demais seguimentos que apresentaram um desempenho negativo, a maior queda foi registrada no seguimento informática e telefonia com 45,88%, automóveis, caminhões e autopeças novas com 0,92%, seguido de material de construção com 8,38% e material elétrico com 1,15% e implementos agrícolas 6,11%.
    Por outro lado, no ramo mole a variação entre agosto e setembro de 2016 é de -2,42% contra -17,33% do mês anterior. Já em termos reais, descontada a inflação, a variação sob o mesmo período do ano anterior é de 15,44% negativa e no acumulado de doze meses há um crescimento negativo de 14,02% superior ao mês anterior que foi de 11,64%. No ramo mole, o seguimento que apresentou variação positiva entre agosto e setembro foi de produtos químicos com 38,20%. Já os demais ramos apresentaram variação negativa, temos vestuário e calçados com 21,28%, farmácia com 2,72% e livraria e papelaria com 19,26%.
    Segundo Ivonei Pioner, diretor financeiro da CDL Caxias, o desempenho do comércio não surpreende, já que no mês de setembro não existem datas comemorativas que funcionam como vetores para alavancar o crescimento das vendas.

    Foto: Patrícia Janczak