facebook.png
logo.png
logo.png

Notícias

Cidade - 27/01/16 14:55:00
  • Legislativo caxiense se coloca à disposição da Justiça Eleitoral para auxiliar no recadastramento biométrico

  • Para auxiliar no recadastramento biométrico, a Câmara Municipal de Caxias do Sul se colocou à disposição da Justiça Eleitoral. Em audiência com o juiz eleitoral substituto Clóvis Moacyr Mattana Ramos, na tarde desta terça-feira, o presidente do Legislativo caxiense, Edi Carlos Pereira de Souza, informou que a estrutura da Casa está disponível caso o Cartório Eleitoral precisar. “Temos conversado com a comunidade e vendo que as filas em frente ao cartório estão grandes. Nossa preocupação é que, no ritmo atual, não haja tempo suficiente para todos os eleitores realizarem o recadastramento”, relatou Edi Carlos.
    O juiz Mattana Ramos agradeceu a disponibilidade do Legislativo e adiantou que o ideal seria haver uma estrutura maior não apenas de espaço e computadores, mas de pessoal. “Para ampliarmos de forma considerável o número de atendimentos diários, seria preciso haver um aumento significativo de estrutura e, principalmente, de pessoas para auxiliarem nesses atendimentos”, destacou o juiz.
    Até o momento, foram feitos 140 mil recadastramentos, sendo que Caxias do Sul possui cerca de 332 mil eleitores.
    Atualmente, 60 profissionais trabalham nos guichês do Cartório Eleitoral mantendo uma média de 1,6 mil atendimentos/dia. O chefe do cartório explicou que, nos próximos dias, por meio de convênio, um grupo inicial de 15 militares ajudará no recadastramento, cujo prazo se encerra em 16 de março de 2016. O cidadão que não se recadastrar terá o título  cancelado e não poderá votar nas eleições deste ano.
     Foto: Vania Marta Espeiorin