No AR:

facebook.png
logo.png
logo.png

Notícias

Economia - 29/09/15 15:57:00
  • Comércio caxiense cresce 8,15%, porém sofre impacto da instabilidade econômica do país

  • Depois de vários meses com resultados negativos, o comércio caxiense apresentou um crescimento de 9,81% em agosto, mas somente em relação a julho.
     
    Apenas dois segmentos registram crescimento positivo no acumulado de doze meses e no acumulado do ano. São eles: materiais de construção (23,91%) e produtos químicos (7,32%). O segmento de farmácias (0,13%) registra crescimento positivo no acumulado do ano, mas no acumulado de doze meses o registro é de crescimento negativo (-1,93%). No acumulado do ano, registra-se um crescimento negativo no comércio em geral de 23,62%.
    Em relação aos empregos, no mês de agosto somente um setor não apresentou saldo negativo de vagas em agosto, o de Serviços de Ind. Pública. No comércio, o saldo negativo foi de 321 vagas. No ano, a indústria e o comércio lideram o saldo negativo de vagas. São 6479 vagas na indústria e 915 no comércio. “Em doze meses, estes números são ainda piores, são 10.329 na indústria e 928 no comércio. Neste indicador também aparece o setor de serviços logo em seguida com 580 vagas fechadas. Portanto, no ano, o acumulado de saldo negativo total é de 7.211 e, em doze meses, de 11.767” diz Maria Carolina, assessora de Economia e Estatística da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Sul.