facebook.png
logo.png
logo.png

Notícias

Trabalho - 24/08/15 16:08:00
  • Dissídio dos metalúrgicos terá reunião de conciliação na próxima quinta-feira (27)

  • Na assembleia realizada na manhã do último sábado (22), o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Assis Melo, informou que na próxima quinta-feira (27) haverá mais uma audiência para a tentativa de acordo na campanha salarial deste ano.
    Caso o acordo não acontecer, o dissídio poderá ser decidido na justiça.
    Assis explicou aos metalúrgicos que a proposta dos empresários é muito baixa. A intenção dos patrões é pagar um reajuste parcelado, que não contempla sequer a inflação. Seria 4,5% agora e o valor restante não retroativo apenas em janeiro, isso sem nenhuma garantia nos empregos. Dessa forma, os trabalhadores não recuperariam nem mesmo as perdas que tiveram este ano com a inflação. 

    Assis também relatou aos presentes as tentativas, nas negociações, de fazer com que os patrões dessem garantia de emprego aos trabalhadores, como compensação pela intenção de não dar o aumento. Porém, essa proposta também foi recusada pela patronal.

    “A direção do Sindicato não vai assinar embaixo do arrocho salarial. Nós sabemos que os empresários têm condições de pagar a inflação por inteiro. Já que eles não querem dar garantia de emprego, então têm que pagar", afirmou Assis.
    Ao final da assembleia, os trabalhadores votaram pela resolução do dissídio na Justiça do Trabalho, caso não se chegue a um acordo digno na audiência de conciliação do dia 27 de agosto.